sábado, 23 de abril de 2011

Birra

Crianças chorando em mercados, todo mundo olhando, como se isso nunca tivesse acontecido na vida deles!
Choram sem motivo, esperneiam, gritam, fazem uma cena!
Bom, antes de assumirem que eles choram sem motivo, pense: seria fome, cansaço, dor?
Se não for o caso, é birra!
Qual a fase? Essa pergunta é dificil, por que tem adulto que também tem crisinha! ;)
Mas o normal é ver em crianças entre 1 ano e meio a 3 /5 anos.
 Lembro a voces que esse comportamento se inicia numa fase chamada Fase Oral. Onde a criança conhece o mundo pela boca, portanto a necessidade de se usar gritos e choros é normal. A criança alivia suas angústias e anisedades através da boca. 
Saindo da Fase Oral a criança entra na Fase Anal, que vai de 2 a 3 anos, onde ela será ensinada no controle dos esfincteres, onde aprenderá a lidar com regras e limites.
Conforme ela vai ganhando conhecimento e entendimento, ela aprende que chorar pode ser usado em seu benefício -  a isso nós adultos chamamos birra.
Se os pais por certa inabilidade em lidar com a situação mantiverem esse comportamento, numa emergencia atendem ao pedido da  criança, ou melhor ao choro, para justamente aliviar a tensão ou stress do momento, aí o problema se instala.
O que fazer neste momento?
Mantenham a calma, lembre-se isto é normal! Voce tem o controle da situação.
Não fique ansioso ou irritado neste momento, crianças tem um radar e vão captar isto, e elas também sem saber lidar com a situação, vão incorporar esta ansiedade, angústia.
Ignorem o choro, não deem importancia a ele, mas mostrem-se presentes a criança. As vezes por certa angústia ou ansiedade, elas precisam neste momento ser acalentadas, deem colo, tentem distrai-las, abracem seus filhos.
Não bater! Isso é importante! Isso pode incendiar muito mais a birra! Aumentar a angústia e a ansiedade e não vai resolver o problema.
Converse com a criança. Sim, ela vai entender. Não se mostre agressivo e nem com raiva, converse tranquilamente, num tom de voz baixo, mostrando que este comportamento não será aceitável.
Não espere que com uma primeira conversa a criança  irá entender e parar com a birra, para isso seja paciente e continue falando e se mostrando amoroso para com seu filho. Vai levar um tempo até ela amadurecer este comportamento.
Encontrei pela net alguns artigos interessantes, caso queiram ler mais sobre o assunto:
Este artigo acima traz uma lista com 10 passos para lidar com a birra. Muito interessante!