sábado, 30 de janeiro de 2010

Fazer pelo desejo


Esta semana iniciei um curso gratuito na universidade aqui em Londrina voltado a Arte.
Estou aprendendo como reciclar papel e como aproveitar este material na produção de arte.
Já ha algum tempo venho buscando trabalhar meu lado criativo e acredito que quando queremos, as coisas acontecem. Afinal somos movidos pelos nossos desejos.
Como as aulas são ministradas por duas artistas locais e uma delas fez questão de nos dizer no primeiro dia de aula sobre como sua profissão aconteceu. Desejo! Fé!
Hoje ela já tem obras expostas em Nova York e Viena.
Esta semana para mim foi uma terapia. Conheci gente nova, dei muita risada, trocamos idéias, e pude criar.
Mas infelizmente sempre existem os negativos. Pessoas e não situações.
Num ambiente cheio de energia bacana, gente disposta a aprender e acreditar que podem produzir e fazer acontecer, uma sememtinha negativa que estava tentando se espalhar, mostrando que aquilo não seria possível. E de maneira incansável.
Me dei conta de que ela estava me incomodando muito. Já não queria nem ficar perto dela e muito menos ouvir aquela voz, repetitiva e incansável.
Não que ela estivesse destruindo minha criatividade, mas parece que me sugando, ela estava me cansando.
Então percebi que na verdade ela queria aliados para que a seguissem, provavelmente para aliviar sua culpa de ter um curso ali gratuito e ela provavelmente não estava dando conta, talvez por que um dia tenha querido muito ser artista e o tempo "passou" e hoje ela não se ve produzindo.
Mas consegui me desvencilhar e penso que ela nem deve voltar mais. Parei de ouvi-la. Sai de perto e percebi que outras pessoas estavam fazendo o mesmo. Mas me questionei, se ela não acredita na arte o que ela está fazendo aqui?
Eu quis prestar atenção neste movimento para ver o movimento do desejo acontecer. Por que quando queremos não deixamos que nada interfira.
Prestei atenção neste movimento dela como sendo o movimento que muitos de nós fazemos na vida. As vezes inconscientemente e outras de maneria consciente.
Parece que esta semana minha atenção se voltou totalmente para o desejo e senti na pele o negativismo me rondando, como que tentando me persuadir. Mas como já disse, me afastei da voz. Aliás impressionante, hoje fui ver as fotos que tirei da semana e ela não saiu em nenhuma ;)
Por quê? Por que algo em mim me dizia o que eu queria e no que eu estava acreditando.
E fico pensando se muitos de nós em nosso dia-a-dia não se ve muitas vezes cercado de pessoas que querem até produzir mas estão ou são prisioneiras do "não acredito", "não tenho tempo", "não posso", e por ai vão os "nãos".
E hoje no meu consultório pude me deparar exatamente com meu cliente se questionando do por que ele não está conseguindo alcançar seu objetivo e outros conseguem?
Resposta: desejo!
Pra que nossos planos e sonhos se concretizem é preciso fazer pelo nosso desejo. E pode acreditar dá trabalho! Mas também dá prazer!