sábado, 6 de março de 2010

TDAH, TDA, ADD, DDA


Você conhece estas siglas?

Transtorno de Déficit de atenção com ou sem hiperatividade.

5% da população mundial sofre com a dificuldade de se concentrar, incluindo adultos, portanto não vale apenas para crianças. Um dia esses adultos foram as crianças chamadas de “pestinhas”.

Este diagnóstico pode ser feito a partir dos 7 anos de idade e isso também vale para meninas sendo que meninas sempre apresentam melhores comportamentos na escola, mas sofrem com a dificuldade de se concentrar.

Os sintomas são: desatenção, hiperatividade, impulsividade.

Crianças podem apresentar mais problemas de comportamento, dificuldades com regras e limites. São aquelas que não param quietas, não conseguem iniciar e terminar uma atividade, mas conseguem jogar vídeo game.

Por que isso? Por que é altamente estimulante.

Adultos que cresceram com este problema e nunca buscaram ajuda continuam sofrendo de desatenção para as coisas do cotidiano e do trabalho, são muito esquecidos. Esta dificuldade de concentração pode trazer maiores riscos de acidentes e até levar a pessoa a se envolver com drogas, são os que mais se divorciam.

Geralmente são os adultos que mudam de emprego com freqüência, não são mais hiperativos, mas são inquietos. Aqueles adultos que não param, mudam de canal toda hora, balançam muito as pernas, não relaxam. Os sintomas de inquietação permanecem e podem piorar por que quando se cresce cada vez mais a atenção será exigida.

Infelizmente ainda não há cura, mas tem remédio, chamado psico estimulante.

A Terapia ajuda? Sim ajuda, mas não se pode abrir mão da medicação. A terapia vai ajudar a pessoa a tratar suas dificuldades de relacionamento.

Mas, que transtorno é esse? De onde vem?

É uma alteração no cérebro na parte frontal e é genético.

A região frontal do cérebro é responsável pela atenção, pela vigilância, a área onde se planificam as coisas.

O portador deste transtorno não consegue ter esta área do cérebro ativada. Para conseguir produzir uma tarefa acabam estimulando outras áreas do cérebro e por isso a falta de atenção concentrada para atividades que são realizadas no momento, isto é, não terminam uma atividade e iniciam outra.

Isso causa frustração podendo até levar a uma depressão, por causa do cansaço.

Caso queria saber mais sobre este transtorno pode visitar o website:

http://www.dda-deficitdeatencao.com.br/

Também podem pesquisar os doutores: Dr. Paulo Matos e a Dra. Ana Beatriz Silva